domingo, 24 de agosto de 2014

RALLY DOS SERTÕES - 23/08 - Prólogo - Goiânia (GO)

RALLY DOS SERTÕES - 23/08 - Prólogo - Goiânia (GO)
Deslocamento inicial: 22,65 km
Prólogo: 10,82 km
Deslocamento final: 18,75 km

Com sol forte e muita disputa, foi realizado neste sábado (dia 23), em Goiânia (GO), o prólogo que definiu a ordem de largada para a 1ª etapa do Rally dos Sertões, que parte neste domingo (24) para a sua 22ª edição, rumo a Belo Horizonte (MG). Atual campeão nas motos, o português Paulo Gonçalves (Team Honda HRC) foi o mais rápido na trilha de 10 km, em linha reta, com o tempo de 6min01s. O brasileiro Jean Azevedo (Honda Mobil de Rally) também mostrou que está entre os favoritos para buscar seu sexto título no Sertões e terminou em segundo (6min08s). O espanhol Marc Coma (KTM Red Bull Factory Team), que está liderando o Mundial de Rally Cross Country da FIM, ficou em terceiro (6min20s).

Trinta e sete motos largaram para a disputa do prólogo. Feliz com o excelente tempo conquistado, Gonçalves espera que seja um bom começo na busca pelo bicampeonato. "É uma pequena especial. Fiz um tempo muito legal e agora é esperar largar amanhã e ai é pra valer. O grid está muito forte e preciso ir bem para me recuperar no Mundial", comentou o português, que não considera ruim ser o primeiro largar amanhã rumo a Caldas Novas (GO), que será o destino final da 1ª etapa.

"Não vai ser tão ruim largar em primeiro, em virtude da poeira, mas ainda vamos debater com a equipe a melhor posição", destacou. Os 10 primeiros podem escolher a posição de largada na etapa inicial.

Já o brasileiro Jean Azevedo também ficou muito feliz com o tempo do prólogo. "Foi um prólogo muito rápido, bem diferente, mas gostei bastante. Foi bom para ‘esquentar’ o braço e estar melhor preparado para amanhã. Me senti 100% fisicamente e quero ir atrás do meu sexto título", afirmou o paulista.

Campeão do Sertões em 2010, Coma não estava muito feliz com o terceiro lugar, mas considerou positivo o fato de não ter enfrentado nenhum tipo de problema. "Foi uma primeira parte de 10 km muita rápida, mas foi bom, pois não tivemos nenhum tipo de problema com o equipamento", comentou.

A baixa do dia na categoria foi a saída do piloto Nielsen Bueno. De acordo com nota oficial da equipe Honda, depois do prólogo, enquanto se deslocava para os boxes no autódromo de Goiânia, ele sofreu uma queda após ser fechado por um carro, que freou e fez uma manobra imprudente. Nielsen foi levado para um hospital de Goiânia onde passou por exames - ele teve fraturas no punho esquerdo e na tíbia da perna direita. O piloto mineiro, da equipe Honda Mobil, está consciente e falando normalmente. Ele ficou em 11o no prólogo. "É uma pena o que aconteceu. Eu estava muito bem preparado para disputar esse Sertões", afirmou Nielsen.

Campeão de 2012 é o melhor nos Quadriciclos

Na briga entre os quads, o maranhense Marcelo Medeiros (Taguatur Racing), campeão do Sertões em 2012, foi o melhor no prólogo, superando o atual campeão Robert Nahas (segundo) e o polonês Rafal Sonik (terceiro). Dezessete quadriciclos participaram da prova.

"Começou o Sertões, acabou de acontecer o prólogo e já foi um aquecimento diferente do ano passado que era uma pista de três quilômetros. Esse ano foram 10 quilômetros e deu para esquentar bastante, uma pena já ter acabado. Então vamos ver como vai ser a primeira etapa de amanhã. Estou bastante confiante e acho que esse ano tem tudo para dar certo", aposta o jovem representante do Maranhão, que encerrou o prólogo com o tempo de 7min02s.

Nahas também gostou de já sentir um pouco o gostinho da disputa e fechou a especial com o tempo de 7min16s. "Foi um prólogo diferente e muito legal, muito bom. Me concentrei na planilha e aproveitei para aferir o odômetro. Na saída da travessia do riacho, cometi um erro e tive de voltar de ré, o que me fez perder um pouco de tempo. Sei que não posso ganhar o rali no primeiro dia, mas ele pode me tirar do rali", frisou o paulista da equipe RNN Sports.

Uma das feras do Mundial, Sonik também ressaltou a importância de pensar no rali um dia por vez. "Enxergo o rali dia após dia. Por menor que seja uma especial, ela é tão importante quanto à ultima", disse o polonês, que foi campeão do Sertões em 2010, e completou o prólogo em 7min29s.

Nos UTVs, Zé Hélio/Edmilson de Camargo Jr. levanta poeira e é o mais veloz

Com 21 UTVs na disputa, a categoria também teve uma boa briga durante o prólogo. Estreando, o pentacampeão nas motos José Hélio e o navegador Edmilson de Camargo Jr. (Polaris Racing) foram os mais rápido (6min41s). Em segundo e terceiro ficaram as duplas Rodrigo Varela / João Henrique Arena (Divino Fogão Rally Team) e Gustavo Xavier / Breno Rezende, respectivamente.

"Foi um prólogo diferente, há muitas anos a gente não fazia um trajeto em linha, sempre era um circuito fechado. Eu acho esse tipo de configuração muito mais interessante, porque já nos faz passar por um trecho muito parecido com que vamos encontrar dentro da prova, então, acho mais justo definir o tempo e a ordem de largada desse jeito e a configuração nova do rali, um pouco menor e mais rápida, vai trazer mais competitividade", ressaltou Zé Hélio.

Já o jovem Varela disse que quer imprimir um ritmo forte durante todo o rali. "Ficamos preocupados com a suspensão, que é nova, mas foi excelente. Vamos buscar estar sempre entre os três primeiros todos os dias. Queremos andar forte até o final", declarou o piloto, que anotou o tempo de 6min55s.

Ainda neste sábado (23), às 19h30, haverá a largada promocional do Rally dos Sertões no autódromo de Goiânia, com entrada gratuita para o que o público possa ver de perto as principais feras do esporte e suas supermáquinas.

Primeira Etapa: Goiânia / Catalão

Neste domingo (24), os competidores partem rumo a Caldas Novas na disputa da 1ª etapa do Sertões 2014. Serão 216,21 km no total no primeiro dia (40,50 km de deslocamento inicial, 155,65 km de especial e 20,06 km no deslocamento final).

"Mesmo sendo o primeiro dia de prova, teremos uma especial com uma boa quilometragem. Serão duas zonas de radar, sendo que na segunda haverá um abastecimento. Esta etapa é muito importante para os ajustes dos equipamentos e dos conjuntos. Começa sinuoso com muitos mata-burros, lombas e deps, seguindo por um trecho de estradas de fazendas mais rápido com travessias de riachos. A prova entra num trecho mais travado com muitas descidas e subidas. Nos últimos quilômetros, a especial fica mais tranquila com estradas de média e algumas trilhas em fazendas, seguindo assim até o final", contou Eduardo Sachs, diretor técnico do Sertões.

Entre Goiânia e Belo Horizonte, o Sertões vai passar por mais cinco cidades. Três serão sede do rali pela primeira vez: a goiana Catalão e as mineiras Paracatu e São Francisco. Completam o percurso, Caldas Novas (GO) e Diamantina (MG), que já receberam o Sertões em outras edições.

Além de motos, UTVs e quads, o Sertões também tem as disputas das categorias carros e caminhões, com o total de 197 competidores inscritos. Serão sete etapas até a chegada no dia 30 em Belo Horizonte e mais de 2,6 mil km percorridos (1572 km de especiais). A prova conta com 196 competidores no total e pilotos de seis países, além do Brasil: Chile, Espanha, França, Polônia, Portugal e Reino Unido. Nas categorias motos e quads, o Sertões também será válido pelo Mundial de Rally Cross Country da FIM (Federação Internacional de Motociclismo).

Os cinco melhores no Prólogo deste sábado (resultado extraoficial):

Motos
1 #1 PAULO GONÇALVES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 06min01s0
2 #5 JEAN AZEVEDO (HONDA / HONDA MOBIL DE RALLY) 06min08s0
3 #2 MARC COMA (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM) 06min20s0
4 #14 DAVID CASTEU (KTM / CASTEU ELF) 06min21s0
5 #4 HELDER RODRIGUES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 06min25s0

Quads
1 #102 MARCELO MEDEIROS (PROTOTIPO / TAGUATUR RACING) 07min02s0
2 # 100 ROBERT NAHAS (PROTOTIPO / RNN SPORTS) 07min16s0
3 # 101 RAFAL SONIK (HONDA / SONIK TEAM) 07min29s0
4 # 104 NEI COSTA (YAMAHA / NC RALLY TEAM) 07min35s0
5 # 105 GABRIEL VARELA (CAN-AM / DIVINO FOGAO RALLY TEAM) 07min36s0

UTVs
1 # 202 JOSE HELIO / EDMILSON CAMARGO JR. (POLARIS / POLARIS RACING/ZE E OS CARAS 4X4) 06min41s0
2 # 203 RODRIGO VARELA / JOAO HENRIQUE ARENA (CAN-AM / DIVINO FOGAO RALLY TEAM) 06min55s0
3 # 206 GUSTAVO XAVIER / BRENO REZENDE (POLARIS / G2 POLARIS) 07min14s0
4 # 212 ANDERSON GORGEN / AUDIR CARVALHO NETO (POLARIS / RISA RALLY TEAM) 07min21s0
5 # 201 BRUNO SPERANCINI / LOURIVAL ROLDAN (CAN-AM / CASARINI CAN-AM) 07min24s0

Confira a programação da 22ª edição Rally dos Sertões:

24/08 - 1ª etapa - Goiânia (GO)/Caldas Novas (GO)
Deslocamento inicial: 40,5 km
Trecho especial: 155,65 km
Deslocamento final: 20,06 km
Total do dia: 216,21 km

25/08 - 2ª etapa - Caldas Novas (GO)/Catalão (GO)
Deslocamento inicial: 39,54 km
Trecho especial: 202,23 km
Deslocamento final: 18,59 km
Total do dia: 260,36 km

26/08 - 3ª etapa - Catalão (GO)/Paracatu (MG)
Deslocamento inicial: 22,2 km
Trecho especial: 209,86 km
Deslocamento final: 128,39 km
Total do dia: 360,45 km

27/08 - 4ª etapa - Paracatu (MG)/São Francisco (MG)
Deslocamento inicial: 135,24 km
Trecho especial: 363,85 km
Deslocamento final: 86,21 km
Total do dia: 585,30 km

28/08 - 5ª etapa - São Francisco (MG)/Diamantina (MG) - MARATONA
Deslocamento inicial: 223,57 km
Trecho especial: 335,98 km
Deslocamento final: 85,89 km
Total do dia: 645,44 km

29/08 - 6ª etapa - Diamantina (MG)/Diamantina (MG)
Deslocamento inicial: 0 km
Trecho especial: 178,87 km
Deslocamento final: 25,42 km
Total do dia: 204,29 km

30/08 - 7ª etapa - Diamantina (MG)/Belo Horizonte (MG)
Deslocamento inicial: 54,38 km
Trecho especial: 125,88 km
Deslocamento final: 151,96 km
Total do dia: 336,96 km
12h00 às 18h00: Chegada dos competidores
21h00: Cerimônia e Festa de Premiação

Nielsen Bueno está fora do Rally dos Sertões 2014

O piloto Nielsen Bueno está fora do Rally dos Sertões 2014. Neste sábado (23), depois do Prólogo, tomada de tempo que definiu a ordem de largada da primeira etapa da competição, enquanto se deslocava para os boxes no Autódromo de Goiânia, ele sofreu uma queda após ser fechado por um carro, que freou e fez uma manobra imprudente. Nielsen foi levado para um hospital de Goiânia onde passou por exames – ele teve fraturas no punho esquerdo e na tíbia da perna direita. O piloto mineiro, da Equipe Honda Mobil, está consciente e falando normalmente. Ele ficou em 11º no Prólogo. “É uma pena o que aconteceu. Eu estava muito bem preparado para disputar esse Sertões”, afirma Nielsen.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014